Postagem em destaque

Por que não devo receber a Eucaristia?

Imagem retirada da Internet Primeiramente é preciso entender que no Evangelho de Mateus 19:3-9 -... Alguns fariseus aproximaram-se de...

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Hino do congresso nacional da Pastoral Familiar 2014

PASTORAL FAMILIAR HINO XIV CONGRESSO NACIONAL: http://youtu.be/vjTLbQVcu30

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Agenda

Neste fim de semana estaremos em Linhares em um encontro para casais em segunda união... rezem por estes casais e por todos que estarão a serviço em gesto de amor e doação!

"A Cristo interessa amar, e não medir os pecados, diz Papa
Em sua homilia diária, o Papa Francisco convida os cristãos a estarem dentro da Igreja, não apenas na recepção"

sábado, 25 de outubro de 2014

"Comungar é tornar-se um perigo!" (Se Calarem a Voz Dos Profetas - Católicas)

Comungar não se resume em engolir a hóstia consagrada, o verdadeiro milagre acontece, tanto na comunhão em espécie ou na comunhão espiritual quando assumimos o nosso dever de cristão assumido no batismo.
Viver a nossa comunhão com cristo pode incomodar, estamos preparados para lidar com as reações alheias? Que tamanho tem o meu projeto de ser cristão? Quando alguém reage contra a nossa missão é porque a nossa ação teve um efeito, causou um movimento no interior do outro e isso é muito melhor do que a estagnação.
Se olharmos a ação de Jesus Cristo, foi isto que ele causou, uns lidavam com isso amando e seguindo seus passos para aprender, como fonte de esperança. Outros os perseguiam, vendo nele uma ameaça, cheios de armadilhas.
Assumir que somos seus discípulos, é estar prontos para as ondas de amor e ódio que a verdade de Jesus provoca nas pessoas e glória a Deus por isso, sinal de que a nossa comunhão está sendo vivida.

Quando falamos em perigo, não falamos em violência, mas em movimento, é viver a verdade que Jesus nos deixou. Nos conduz em um compromisso com todo o contexto sociocultural que estamos vivendo. É se comprometer com Jesus Cristo em todos os instantes da nossa vida. É se inquietar diante da missão assumida, é provocar movimento no outro. É levar a comunhão para a ação direta com o meu próximo.

Quando um cristão se cala, sua comunhão não é vivida, como pode-se aceitar calado os obstáculos que a vida oferece sem lutar pelos direitos dos nossos irmãos. Somos uma unidade, não é possível fechar os olhos baseados nos nossos medos. A missão de evangelizar precisa ir além dos meus limites. Força e sustento para esse incomodo, para se tornar um perigo está no nosso chamado para que Jesus Cristo venha e permaneça em nós. Com ELE, para ELE e por ELE, para viver o seu amor, anunciar a verdade é preciso se tornar um perigo!
Angela Aparecida Cassemiro Del Rey

24-10-2014

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Agenda

Este final de semana estaremos em Montanha-ES colaborando com o encontro para casais em segunda união... Contamos com a oração de todos!

sexta-feira, 2 de maio de 2014

AMAR É SUSTENTAR O OUTRO

Conta-se que um pastor de ovelhas estava guiando o seu rebanho para uma montanha. Devia subir por um trilho estreito para encontrar o pasto que necessitava para suas ovelhas, bem lá no alto da montanha.
Entretanto uma ovelha mais fraca, parecia ser incapaz de acompanhar o rebanho. O animal resistia a todas as tentativas pacientes do seu pastor. Por fim o homem chamou o seu cão e este o ajudou a fazer com que todo o rebanho cercasse a ovelha fraca e debilitada.
Uma vez cercada, o rebanho juntou-se tão fechadamente que a ovelha, mesmo relutante, não teve outra alternativa, senão, acompanhar as outras. Amparada por todos os lados caminhou, quase carregada pelas outras, indo montanha acima até encontrar o verde pasto que precisava.
Que estratégia inteligente! Mas, acima de tudo, uma obediência cooperativa do grupo de animais, foi decisiva na ajuda da ovelha fraca. A ovelha debilitada sentiu-se fortalecida. O obstáculo foi vencido e o alimento compartilhado entre todo o rebanho.
Que lição preciosa para nós todos! Somos seres que precisam viver em coletividade. Mas há no meio da coletividade, pessoas que estão debilitadas na caminhada de suas vidas. Não são poucas as pessoas que perderam a coragem, o ânimo, a força para subir as montanhas de desafios. E estes, estão aí diante de nós sob a forma de desemprego, miséria, doença e morte. Estes e outros tantos desafios fazem parte da paisagem dos que caminham rumo ao "pasto verdejante" para o qual o "Bom Pastor" quer conduzir.
Certamente esta multidão que caminha, em busca do "pão de cada dia", não está tão ordenada. Não está sob a única liderança que garante achar o "pasto verdejante".
Você e eu estamos nesta viagem. Quem sabe, até, como uma ovelha fraca, desanimada e sofrida ou será que fazemos parte do bando das fortes? Aquele bando que ouve a ordem inteligente de unir, de fechar o cerco em torno dos fracos; não para oprimi-los ou humilhá-los, mas para apoiá-los, para ajudar a carregar-lhes em suas debilidades e carências.
É preciso descobrir que o "pasto verdejante" existe. Isto é, há pão para todos. Porque Deus é quem faz todas as coisas e para todas as pessoas.
Ser cristão é descobrir: - "Deus nos auxilia em todas as dificuldades para podermos ajudar os que têm as mesmas dificuldades que nós temos. E nós damos aos outros a mesma ajuda que recebemos de Deus." (II Coríntios 1:4)
Só o amor de Deus pode nos sustentar e guiar. Só o amor de Deus manifestado através de irmãos de fé, pode nos sustentar quando nada mais puder oferecer socorro. Portanto, amar é sustentar o outro em suas debilidades.

Olhemos ao nosso redor. Vejamos com olhos bondosos onde está a ovelha fraca e desanimada. Vamos cercá-la de carinho, de amor e sustentá-la por esta força e ela aguentará a caminhada rumo ao alvo que precisa alcançar. Cristo, o "Bom Pastor" nos ajude a entender e obedecer sempre as suas ordens, porque elas nos conduzem para os "pastos verdejantes". (autor desconhecido)

quinta-feira, 3 de abril de 2014

CULPA OU TESTEMUNHO

Sei que a primeira sensação que nos assombra ao nos tornarmos um casal em segunda união é a culpa!
culpa de que?
sentimos, é fato! Mas ao invés de lamentações e a busca pelas respostas prontas... vamos aprender a questionar:
O que está causando essa culpa?
quem determinou que você é culpado?

O que é culpa?
culpa tem quem planejou... não é o nosso caso!

temos sim responsabilidades, somos responsáveis pelas escolhas que fazemos. Independente dos motivos e das justificativas que a minha escolha se baseou ela terá consequência e sou responsável por isso.
Isso não quer dizer condenação, mas um novo caminhar!
É necessário uma maturidade cristã para perceber o projeto de Deus como algo muito maior do que a nossa situação. O meu caso em particular não justifica a queda de todos os matrimônios.
O convite que Deus e a Igreja nos faz é de sermos testemunhos a favor da indissolubilidade do matrimônio. Quando obedecemos e nos privamos da Sagrada Eucaristia em espécie, estamos dizendo para os casais em primeira união e para os jovens que desejam contrair o sacramento, que o matrimônio é coisa séria e que romper essa aliança tem consequência!

Quanto a nossa comunhão ela nos é possível através da comunhão espiritual, caridade, penitência, oração, adoração, comunhão da palavra, serviços e tantos outros meios de nos encontrar com Jesus.

A misericórdia de Deus é infinita e a Igreja exorta os seus pastores a acolherem e formarem esses casais para possam se sentirem parte dessa Igreja e cumprirem sua missão assumida no Batismo! (FC 84).

Podemos escolher: CULPA OU TESTEMUNHO!








quinta-feira, 6 de março de 2014

desabafo!!!

É incrível como as pessoas se apossam da verdade e enchem as pessoas de culpa a ponto de não conseguirem mais viver e apenas carregar o peso de um erro que não sei quem decidiu que existia! vamos estudar mais os documentos e a Bíblia antes de falar em nome da Igreja. Somos responsáveis sim pelas nossas escolhas, tudo que se escolhe tem consequências... mas precisa fechar todas as portas... somos todos tão certinhos assim... (João 8:7) "Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra".
Será que não está na hora de mostrar as pessoas quais são os meios de salvação e o que eles devem fazer enquanto batizados! Não conheço esse Jesus que fica torturando pessoas... sejam sempre bem vindos e busquem sempre a verdade e a Vida. Não há motivo para sofrimento, mas sim muita fé para continuar nosso caminho seguindo os passos de Jesus... estar em comunhão com ELE é uma decisão e existem muitas maneiras de viver este encontro. é uma pena que reduzam tão grande milagre apenas a uma fonte! a água que Deus nos manda... não nasce de uma única fonte, mas vem com abundância para aqueles que realmente tem sede de Deus... Casais em Segunda União... vamos aprender a ser feliz! é nosso direito!

Encontro em Pirapora...para casais em segunda união

Nos dia 01 e 02 de fevereiro de 2014, estivemos assessorando um encontro para casais em segunda união em Pirapora - MG. Agradecemos a acolhida e o carinho! foi um encontro de muitas bençãos!